Início > Pensamentos > Lendo
Medos & muros

Que não seja o medo que acovarda, que te põe em rotas já conhecidas. Nelas está a despedida que não quiseste dar. E então vem a vida e te convida. Instiga. Desmonta. Uma escolha baseada no medo apenas repetirá traçados. É melhor que de outro jeito seja o tempo tratado, dando adeus ao passado, mas usando-o como tijolo da tua construção, do que pensavas ser seguro, mas nada mais é do que um muro, que precisas atravessar.

 
Veja também
  • Onde há faísca há força

    Uma força ígnea não se nomeia. Tantas vezes somente se tateia. Mas nesse ato, o primeiro ponto, o primeiro passo. A semente, (...)
  • Limpeza

    Perceba a necessidade de romper com o que limita a sua singularidade. As barreiras não estão em circunstâncias externas, ou em (...)
  • Um novo jeito

    Esqueça as antigas regras de como as coisas deveriam ser. Invente um novo jeito. Que seja autêntico, retrato de tua singularidade e (...)

Ver todos Escritos »
Isabel Mueller 2018 Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Rian Design